Desevolução®

 

Desta gente já fartinho

Pus-me a ouvir grafonola

Bebi uns copos de vinho

E o dito subiu-me à tola

 

Pensei um discurso ouvir

Vindo do fundo dum poço

Gritei-lhe para o repetir

Mais alto que o não ouço

 

Promessas pareciam ser

Dum futuro bem risonho

Acordei meio amassado

 

No presente e a tremer

Verifiquei muito tristonho

Ser o regresso ao passado.

publicado por poetazarolho às 21:45 | link do post | comentar