It's Time

 

Eu, a pessoa do ano

Saio à noite em surdina

Gesto simples e humano

Despojado da batina

 

Transbordando em amor

Procuro o irmão sem nada

Tento aliviar-lhe a dôr

Indicar-lhe nova estrada

 

Uma estrada milenar

Para que se saia disto

Deste estado de pobreza

 

Que nos está a matar

Procuro ser igual a Cristo

Sem estar pleno de certeza.

publicado por poetazarolho às 20:21 | link do post | comentar