A besta

 

Entre o bicho e o homem

Vai uma distância enorme

Os bichos matam e comem

Homem mata sem ter fome

 

Homem mata só por prazer

Até mesmo o seu semelhante

E grita na hora do ver morrer

Esta é uma vitória retumbante

 

Este homem é mais que bicho

Mata, destrói e canta vitória

É uma aberração da natureza

 

Filho de Deus, satanás ou lixo?

Muitos houve ao longo da história

Encarnações da besta com certeza.

publicado por poetazarolho às 00:18 | link do post | comentar