Sexta-feira, 27.06.14

Stress agudo

 

Direito de expressão

Penso que se manterá

Eco em compensação

O ruído abafará

 

Todo ele produzido

Pelos média banais

Especialistas em ruído

Que nunca parece demais

 

São os crimes perfeitos

E também shows reais

Que oferecem amiúde

 

Provocando efeitos

Agudos e substanciais

Mesmo ao nível da saúde.

publicado por poetazarolho às 00:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 22.06.14

Sudação

 

Num corpo aprisionado

Esta é minha prisão

Serei um dia libertado

Por ora faço a gestão

 

Do fluido bombeado

Sua bomba o coração

Do oxigénio respirado

Permutador o pulmão

 

Pelos rins purificado

Logo após a combustão

Sistema é comandado

 

Pelo cérebro em função

Confesso que estou suado

Para obter refrigeração.

publicado por poetazarolho às 22:48 | link do post | comentar
Quinta-feira, 19.06.14

Reinemos

 

Reinar, eu reinaria

Como rei da reinação

No reino da alegria

Como ceptro, o coração

 

Sem palácio ou coroa

E sem venerar a riqueza

Neste reino o povo entoa

“É de todos a pobreza”

 

É de areia seu castelo

De papel o seu portão

Da paz a sua bandeira

 

Este é um reino singelo

Onde todos sem excepção

São reis à sua maneira.

publicado por poetazarolho às 23:21 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 17.06.14

Vozes

  

O céu impõe o limite

P’rá nossa actuação

O inferno não permite

Tanta boa intenção

 

Humanidade insiste

No caminho d’anulação

O homem não desiste

Desta antiga fixação

 

Luta em nome de tudo

Que possa causar dor

Impondo a destruição

 

Devia lutar sobretudo

Pela partilha e o amor

Dando voz ao coração.

publicado por poetazarolho às 22:01 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Segunda-feira, 16.06.14

Navegando

 

Na paz podre navegamos

Ou em fraticidas batalhas

Meio termo não encontramos

Carregamos as cangalhas

 

Encontrar a harmonia

Será o limite perfeito

Duma natural hierarquia

Cimentada pelo respeito

 

Neste navegar atribulado

Mas de forma consciente

Procuramos alcançar

 

Um rumo equilibrado

P’ra de forma consistente

Navegarmos tanto mar.

publicado por poetazarolho às 19:14 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Sábado, 14.06.14

Não ser

 

Ser, sem ter nascido

Está aberta a discussão

Modelo é desconhecido

E muito além da razão

 

Pode ser desenvolvido

No campo da abstracção

Pois mesmo sendo parido

Há muitos que o não são

 

Ser assim significaria

Não ser pedaço de gente

Coisa finita e mortal

 

E assim se provará um dia

Num domínio diferente

Que o não ser é imortal.

publicado por poetazarolho às 20:57 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Sexta-feira, 13.06.14

Manhã cinzenta

 

Já não existo nem sou

Deste mundo sem lei

Para outro mundo vou

Qual será ainda não sei

 

Os moinhos são dragões

Suas velas cospem fogo

Vou viver de ilusões

Nesse outro mundo novo

 

Adamastor é o anfitrião

Pr’afundar a embarcação

Vai lançar uma tormenta

 

Esta é uma manhã cinzenta

Desassossego não é solução

Outros mundos também não.

publicado por poetazarolho às 22:19 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Terça-feira, 10.06.14

Nuvens no horizonte

 

Portugal um paraíso

De Camões e de fadistas

Seu mar é o improviso

Até possui futebolistas

 

Alguns são bons de bola

Outros da bola não são

Saem animais da cartola

Pura magia e sedução

 

Nação de sol e de mar

Um jardim na natureza

Legado maior na terra

 

Nosso e de quem o visitar

Não lhe cobiço a pobreza

Nem o futuro que emperra.

publicado por poetazarolho às 21:26 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Domingo, 08.06.14

Túneis da mente

 

São os túneis da mente

Janelas para o universo

A perspectiva diferente

Deste infinito disperso

 

Onde habita indiferente

Todo o mal e o seu inverso

Assumindo rosto de gente

Pois na gente está impresso

 

Corre na veias a pulsar

Esse impulso natural

Que não mais terá fim

 

Nem há forma de o mudar

Pois p’ró bem e p’ró mal

Nós fomos feitos assim.

publicado por poetazarolho às 20:27 | link do post | comentar | ver comentários (6)

Favorito

mais sobre mim

links

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

pesquisar neste blog

 

subscrever feeds

blogs SAPO