Terça-feira, 28.02.17

Inconsciente

Inconsciente.jpg

Em busca da consciência

Mergulha a humanidade

Neste poço de inclemência

Reflectindo atrocidade

 

Que resulta de vivência

Envolta em futilidade

E desta vil indecência

Não vislumbra a utilidade

 

Transforma insistentemente

Toda a mentira em verdade

Vivendo permanentemente

 

Com um ar de incredulidade

Porque inconscientemente

Reprova toda a maldade.

publicado por poetazarolho às 20:16 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 24.02.17

Caminho da alma

Caminho da alma.jpg

Se seguires a tua alma

Ela vai saber o caminho

Escolhe pedras com calma

Dá os passos devagarinho

 

Escuta o teu coração

Dir-te-á quais escolher

Se da lava do vulcão

Se outra pedra qualquer

 

Utiliza-as com a mestria

Que a razão te sussurrar

No processo de construção

 

Da torre da sabedoria

Para a paz resguardar

E oferecer como solução.

publicado por poetazarolho às 23:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 15.02.17

Estilhaços

Estilhaços.jpg

Transcende-te e dá a paz

Muito poucos o farão

Prova assim que és capaz

De estender a tua mão

 

Definha e dá a guerra

Caminho da facilidade

Que dessa forma encerra

Capítulo da humanidade

 

Numa perfeita harmonia

Com receita inquinada

Polvilhada de podridão

 

E assim não tarda o dia

Em que a paz estilhaçada

Resulte na tua explosão.

publicado por poetazarolho às 23:18 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 13.02.17

Exclamações

Exclamações.JPG

A mente deve voar

Grilhetas fiquem no chão

Não se deixe condicionar

Aos espectros da razão

 

Pois a razão tem razões

Que ela própria desconhece

Quando assim é chavões

Ficai com quem os merece

 

Nesta mente renovada

Ou em busca da renovação

Cabe tudo e não cabe nada

 

Dependendo da exclamação

Fica a mente extasiada

Por recurso à interrogação.

publicado por poetazarolho às 23:51 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Quinta-feira, 09.02.17

Esboços possíveis

Esboços possíveis.jpg

Deixá-los todos pensar

Como se fossem universo

E assim possa brotar

O pensamento diverso

 

De mentes em oposição

Ao impossível decretado

P’los defensores da situação

Com um discurso forjado

 

Cujo sound byte se repete

Sob a batuta compassada

Dos arautos de serviço

 

Mas que ninguém interprete

A possibilidade esboçada

Neste impossível esquiço.

publicado por poetazarolho às 23:03 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Quarta-feira, 08.02.17

Horizontes

Horizontes.jpg

Projecto além do horizonte

Apenas realidades perfeitas

As que vislumbro defronte

Assemelham-se-me suspeitas

 

Suspeitas porque não gosto

Ou as deturpam ferozmente

Sem a máscara até aposto

Seriam perfeitas p’rá gente

 

Mas se a perfeição não existe

Teremos que nos contentar

Com uma busca incessante

 

Perto anda quem não desiste

De o caminho encontrar

E a cada queda se levante.

publicado por poetazarolho às 07:32 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 03.02.17

Percepções

Percepções.jpg

Da percepção à realidade

Insiste o ruído em bailar

Ofuscando toda a verdade

Tentando apenas baralhar

 

De tudo esquece a metade

Sobre a outra vai dormitar

Acorda depois com vontade

De dois terços não lembrar

 

Sobre o terço restante

Derradeiro teste aplicar

Atira ao oceano profundo

 

Observa então o horizonte

Se ainda vires algo a boiar

Esquece tudo num segundo.

publicado por poetazarolho às 00:07 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

links

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

pesquisar neste blog

 

subscrever feeds

blogs SAPO