É o sol

É o sol.jpg

Espelhado na ondulação

Luz da lua ao cair da noite

É o fruto da imaginação

Até onde esta se afoite

 

É tudo mais porque não

E agora quero ser nada

Não pensar na situação

Quero ser a tua estrada

 

Pisa apenas meu caminho

Imagina o que te aprouver

Mas não retenhas a lição

 

Posso ser um porco-espinho

Posso estar onde quiser

Mas não picar tua mão.

publicado por poetazarolho às 06:59 | link do post | comentar