Roubar

 

Dizem que roubar é errado

Mas eu descobri que não

Quando roubas um bocado

Ao teu próprio coração

 

Coração assim roubado

Pode ajudar-te a crescer

Pois andas por muito lado

E a outros podes oferecer

 

Ofereces um simples gesto

Quantas vezes um sorriso

Podes pensar, é modesto

 

Mas p’ra aquele a quem dás

Será tudo o que é preciso

Para lhe devolveres a paz.

publicado por poetazarolho às 21:04 | link do post | comentar