Da(va-)vos

 

Com um objectivo impossível

Em Davos, na luxuosa estância

Começa a maratona incrível

Ricos e poderosos são substância

 

E os seus vassalos, os do poder

Na ânsia de trocos e por ganância

Vão dizer o que é preciso dizer

Personagens de falsa relevância

 

Que se leiloam entre os pares

Em números de puro malabarismo

O que responderei se perguntares

 

É possível mudar o capitalismo?

Sim sem dúvida, se considerares

A pergunta como um eufemismo.

publicado por poetazarolho às 23:23 | link do post | comentar