Doce sabor amargo

 

Existe uma forma de amor

Ou pelo menos um milhão

Quantas haverá de desamor

As de todos os sem coração

 

Que povoam a terra inteira

E se deleitam a criar o terror

Com que dormem à cabeceira

Saboreiam o nosso amargor

 

Como uma doce sobremesa

Somos a gelatina a tremer

O doce de amêndoas e mel

 

Há que colocar sobre a mesa

Um prato de carne a feder

E um doce com sabor a fel.

publicado por poetazarolho às 19:46 | link do post | comentar