Inversos

 

No universo dos possíveis

Inversos podemos imaginar

E passarão a ser exequíveis

Se o impossível se recusar

 

Cada inverso é possibilidade

Que no horizonte desponta

E abre nova possibilidade

De combater cada afronta

 

Para a afronta da miséria

O inverso da desigualdade

Aguarda a concretização

 

Liberdade proposta séria

Utopia desta humanidade

Como inverso a humilhação.

publicado por poetazarolho às 21:50 | link do post | comentar