Foram cravos

 

Vamos Abril comemorar

Com Março à nossa porta

Está em força a regressar

E a noite escura exorta

 

Não haverá Abril de novo

Como muitos querem crer

Nem é pela força do povo

O povo fez-se p’ra sofrer

 

A sua força é uma ilusão

Pois dela não há memória

Só com as armas na mão

 

É possível fazer história

E não é qualquer capitão

Que nos conduz à vitória.

publicado por poetazarolho às 00:01 | link do post | comentar