Consciência social

 

Já sabes, podes pedir

Que haja em teu redor

Aquilo que em ti existir

Não peças se assim não fôr

 

Algo contigo está mal

Se queres o estado providência

Quando o teu sentir social

Não emana da consciência

 

Mas se sentes deves exigir

Para os que mais necessitam

Toda a protecção devida

 

Por isso tu tens que agir

Dar voz aos que não gritam

Por lhes ser pesada a vida.

publicado por poetazarolho às 23:09 | link do post | comentar