Escuridão

 

P’ra balanço vai fechar

Também p’ra desinfecção

Façam favor de emigrar

Com as calças na mão

 

Quem resolver cá ficar

Assume a sua decisão

Mas estamos a aconselhar

Abandonem esta nação

 

Ficar será empobrecer

É o futuro inevitável

Quer se goste ou não

 

Só isto há p’ra oferecer

Vai que aqui és descartável

É isto ou a escuridão.

publicado por poetazarolho às 19:47 | link do post | comentar