Abolição da pena de fome

 

Foram adoptados por Deus

Ao romper da bela aurora

Antes não passavam de ateus

Experimentam a magia agora

 

De ser filhos de pai imenso

Irmãos de toda a humanidade

Entre irmãos houve consenso

Nascendo com simplicidade

 

Um mundo novo e fraterno

Onde a fome foi abolida

Porque se repartiu a pobreza

 

Com os detentores da riqueza

Que patrocinaram a comida

Criando este paraíso terreno.

publicado por poetazarolho às 22:33 | link do post | comentar