Vala comum

 

Pessoas são descartáveis

As cautelas de penhor não

Tempo de grande confusão

Origina chagas insanáveis

 

Se atravessas o mediterrâneo

A bordo de uma casca de noz

Anda cá, não te juntes a nós

Nunca serás um conterrâneo

 

Nossa terra é todo o mundo

Mas se vires lá bem no fundo

O teu mundo é nauseabundo

 

Nosso mundo é bem cheiroso

Tem um futuro assombroso

Todo este mundo é tenebroso.

publicado por poetazarolho às 00:08 | link do post | comentar