Ao vento

Ao vento.jpg

De palavras não passam

Soltas assim ao vento

Vida real ultrapassam

Vão cair no esquecimento

 

Suas boas intenções

Aqueceriam o inverno

Mas desfeitas as ilusões

Vão desaguar no inferno

 

É no tabuleiro da vida

Que se joga o grande jogo

Sem vislumbre de solução

 

Por cada jogada perdida

Há vidas jogadas ao fogo

Reverso da boa intenção.

publicado por poetazarolho às 23:28 | link do post | comentar