Aprender a voar

Aprender a voar.jpg

Tens o aqui e o agora

Como grande limitação

Nada impede saltar fora

Não tens uma imposição

 

Esquece a lei que vigora

Entra noutra dimensão

Logo a alma se revigora

Não te quebre a solidão

 

Teu limite o pensamento

Molda-o até à exaustão

Sentirás algo a despontar

 

Sobe alto no firmamento

Liberdade será a expressão

De quem aprendeu a voar.

publicado por poetazarolho às 12:15 | link do post | comentar