Assumidamente louco

Assumidamente louco.jpg

Assumidamente louco

Esta é a minha verdade

Que a sanidade é pouco

Pr’entender a realidade

 

Com esta loucura invoco

As forças dum outro eu

P’ra que se juntem em bloco

Neste ser que se transcendeu

 

Ao tornar-se loucamente são

Em apelo à loucura vigente

Tentando reverter a situação

 

Dos loucos que já o não são

Só pode ser gente doente

Pois sanidade não é solução

publicado por poetazarolho às 23:55 | link do post | comentar