Dementes

Dementes.jpg

Além do corpo e da mente

Numa fronteira distante

Realizou-se plenamente

Uma ideia fulgurante

 

Sem corpo a aprisionar

Seus movimentos velozes

Sem mente a condicionar

Livre assim de algozes

 

Pôde essa ideia fluir

Veloz como um turbilhão

Outras ideias produzir

 

Sem gerar a confusão

Essa que costuma surgir

De mentes em corpo são.

publicado por poetazarolho às 21:00 | link do post | comentar