Desequilíbrios

Desequilíbrios.jpg

Equilíbrio se desequilibra

Ao pressionar um botão

Tudo à nossa volta vibra

Com o poder da explosão

 

Neste mundo de loucura

E por loucos governado

Nem sempre a paz perdura

Sendo a guerra o resultado

 

Dando milhões a ganhar

Elegendo presidentes

Não há forma de tapar

 

O que se diz entre dentes

Só vale morrer ou matar

Não valem nada as gentes.

publicado por poetazarolho às 23:39 | link do post | comentar