Desiste

 

O que é um desistente

Mesmo se não desiste

É um vírus insolente

No seu caminho persiste

 

Olha e segue em frente

A sua genética insiste

Em tornar tudo diferente

O que era alegre é triste

 

Determinado avança

E só pensa em impor

Aura de destruição

 

Consumindo a esperança

Espalhando a sua dôr

Que desista, pois então.

publicado por poetazarolho às 20:30 | link do post | comentar