Esse mar

Esse mar.jpg

Oxalá morra em breve

Tod’a gente do passado

O presente está em greve

E o futuro hipotecado

 

Nesta barca aparelhada

Nunca lá iremos chegar

Depressa se fez alada

Finta o destino a voar

 

E assim se fez o mundo

De tão simples a receita

Parecendo nem resultar

 

Confirma o fim fecundo

E nessa viela estreita

Já se vê ao longe o mar.

publicado por poetazarolho às 06:51 | link do post | comentar