Exaustão

Exaustão.jpg

Guerra está em crescendo

Não é sítio para viver

Por aquilo que vou vendo

Será o ideal p’ra morrer

 

As almas assim jogadas

Neste imenso lodaçal

Serão apenas lembradas

Como imagem infernal

 

Terão o minuto de fama

Em qualquer telejornal

Até à completa extinção

 

À guerra não se reclama

Este dano colateral

Da morte por exaustão.

 

publicado por poetazarolho às 23:05 | link do post | comentar