Há coisas

Há coisas.jpg

Há coisas a acontecer

E outras não acontecem

Há pessoas a adormecer

E outras não adormecem

 

Há corpos a aquecer

Enquanto outros arrefecem

E gente a enriquecer

Enquanto outros empobrecem

 

Há coisas e corpos no chão

Coisas que não se conhecem

E até gente sem coração

 

Há coisas que não merecem

Quem as possa ter na mão

E coisas que não se esquecem.

publicado por poetazarolho às 22:21 | link do post | comentar