Magia da poesia

Magia da poesia.jpg

Noutras eras deste mundo

Quando ainda havia magia

Dele também era oriundo

Todo um mundo de poesia

 

Depois a magia esfumou

E a poesia sem pretensão

Dentro dela resguardou

Magia do mundo de então

 

E mais tarde presenteou

Menino que pensava ser mago

Ao abrir-lhe caminho um dia

 

Pois foi quando lhe mostrou

Com o carinho dum afago

Tudo o que o mundo escondia.

publicado por poetazarolho às 01:00 | link do post | comentar