Matança

Matança.jpg

Esses que estão por trás

Da barbárie consentida

Essa que tudo desfaz

Não dando valor à vida

 

Já que a vida é fugaz

Duma forma decidida

Deixem-nos agora em paz

P’ró além vão de seguida

 

No além encontrarão

Cada irmão assassinado

Mas aí não matarão

 

Então sim questionarão

Razão que terá levado

À matança sem razão.

publicado por poetazarolho às 23:37 | link do post | comentar