Pós-verdade

Pós-verdade.jpg

Quando a verdade escasseia

Na era da pós-modernidade

Logo a mentira campeia

E se assume como verdade

 

Acreditas naquilo que vês

Naquilo que ouves também

Muito mais naquilo que lês

Sem questionar mais além

 

Tens a mente desligada

Tens o espírito poluído

Tua alma foi arrastada

 

Tua razão viu-se abalada

Já não procuras o sentido

Pensas nas não existe nada.

publicado por poetazarolho às 05:37 | link do post | comentar