Prémio eterno

Prémio eterno.jpg

Simplesmente agora

Sem ideias no inventário

Vislumbro algo de outrora

É uma ideia ao contrário

 

Vestida de eternidade

Embora já não importe

Esse prémio de fidelidade

Recebido após a morte

 

Serão as linhas cruzadas

Entre o céu e o inferno

Que nos fazem oscilar

 

Entre ideias chamuscadas

E este mundo moderno

Que não as quer escutar.

publicado por poetazarolho às 00:33 | link do post | comentar