Rasgar horizontes

Rasgar horizontes.jpg

A membrana da loucura

É como a da castidade

Preserva enquanto não fura

Um estado de sanidade

 

Mas uma vez perfurada

Penetras num mundo diferente

Onde existe a capacidade

Duma gestação permanente

 

Esta é a fonte da vida

Só por alguns explorada

Uma porta indefinida

 

A sete chaves fechada

Se controlas essa ferida

Loucura foi desvendada.

publicado por poetazarolho às 00:13 | link do post | comentar