Sudação

 

Num corpo aprisionado

Esta é minha prisão

Serei um dia libertado

Por ora faço a gestão

 

Do fluido bombeado

Sua bomba o coração

Do oxigénio respirado

Permutador o pulmão

 

Pelos rins purificado

Logo após a combustão

Sistema é comandado

 

Pelo cérebro em função

Confesso que estou suado

Para obter refrigeração.

publicado por poetazarolho às 22:48 | link do post | comentar