The end

 

Os dois últimos seres

Que no planeta sobraram

Muito dados aos prazeres

Por fim assim pensaram

 

Foram tempos irracionais

Que acabámos de passar

Por isso não queremos mais

E decidiram não procriar

 

Num dia ao entardecer

Quedaram-se a contemplar

Toda essa irracionalidade

 

Acabaram por morrer

Nada mais há pr’a contar

Foi o fim da humanidade.

publicado por poetazarolho às 17:34 | link do post