Mundo ao contrário

 

O mundo ao contrário

É uma opção viável

Pois o actual cenário

Não passa d’execrável

 

Vira-se do avesso

Este mundo inútil

Que assim tá de gesso

Não passa de fútil

 

Reinventa-se o mundo

E com imaginação

Dá-se-lhe um sentido

 

Que este está imundo

Entrou em depressão

É um mundo perdido.

publicado por poetazarolho às 19:44 | link do post