Acorde profundo

 

Sem harpa nem acorde

Cantei o amor profundo

Lá onde o silêncio morde

Com o nada me confundo

 

Aquilo que não entendi

A alma descodificou

E com o coração senti

Mas não sei onde vou

 

Caminho a descobrir

Essa é uma constante

Da intensa caminhada

 

Aceitar o que há de vir

Embora sem acorde cante

O amor a cada passada.

publicado por poetazarolho às 22:53 | link do post