Extinções

Extinções.jpg

Eterno nunca será

Pois até a eternidade

Um dia se extinguirá

Por perder a mocidade

 

Alguém não acreditará

Por ser mentira ou verdade

Mas outrem sempre haverá

P’ra desmentir a saudade

 

E assim se forma o vazio

No vazio do pensamento

De quem pensa ter vivido

 

Na eternidade onde faz frio

Vivendo cada momento

Mesmo que tenha morrido.

publicado por poetazarolho às 23:24 | link do post | comentar | ver comentários (1)