Sábado, 07.07.18

A verdade da mentira

A verdade da mentira.jpg

Só não sou radical

Pra não perder-me de vista

Só não vai tudo mal

Porque comprei a revista

 

Destino não é fatal

Por muito que insista

E quando leio o jornal

Notícia já fôra prevista

 

Espécie de publicidade

Da sociedade anunciada

Pelos média empoderados

 

Quais reis da veracidade

Aos quais não escapa nada

Os quais dormem acordados.

publicado por poetazarolho às 04:50 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Cocktail hemisférios

Cocktail hemisférios.jpg

Hemisfério poderoso

Será esquerdo ou direito

Não estou muito cioso

É o que levares a peito

 

Da esquerda é fabuloso

Se as contas te dão jeito

Da direita misterioso

Mas nunca será perfeito

 

Com ambos a trabalhar

Ignorando a lateralização

É explosivo o resultado

 

Posso até comprovar

Que houve um’explosão

E tudo ficou misturado.

publicado por poetazarolho às 00:10 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Quarta-feira, 04.07.18

Epílogo letal

Epílogo letal.jpg

Procuro com insistência

Na calma e serenidade

A minha não existência

Qu’esvazia a ansiedadde

 

Digo não a uma violência

Que faz juz à gratuitidade

Parto assim com veemência

P’ra golpes de liberdade

 

Velozes como a gaivota

Que esteve pr’acontecer

Num conto assaz real

 

Ajo sempre sem batota

E ninguém pode antever

Desfecho do golpe letal.

 

publicado por poetazarolho às 03:28 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

links

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

pesquisar neste blog

 

subscrever feeds

blogs SAPO