Quinta-feira, 13.06.19

Não cobramos

Não cobramos.jpg

Daqui a pouco vou morrer

Ou vou ser assassinado

Pois não gosto de me ver

A este espaço confinado

 

E depois vou renascer

Serei fantasma encantado

Tudo farão pra m'entender

Mas não estou p'raí virado

 

Venham comigo ao além

Fiquem fãs deste pensar

Tragam um amigo também

 

Nada terão que nos dar

Não cobramos a ninguém

A simples forma de amar.

publicado por poetazarolho às 00:04 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 05.06.19

Com estes olhos

Com estes olhos.jpg

Com estes olhos de louco

Vejo o mundo, impaciente

Para alguns isso é pouco

Prá loucura é suficiente

 

Grito muito, fico rouco

Todo o mundo indiferente

Levam na alma um sôco

Saco de pancada doente

 

Como estes olhos já viram

Como esta voz já gritou

Resta-me agora perdoar

 

Todos os que agrediram

O louco que aqui ficou

Sem vontade de chorar.

publicado por poetazarolho às 05:51 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sábado, 01.06.19

Gadanha lá

Gadanha lá.jpg

Ela que não se faça rogada

Gadanhe o quer noutra eira

Gadanhe lá e espere sentada

Enquanto cá o trigo se joeira

 

Atirado ao ar duma assentada

Separa-se da palha e da poeira

Para gáudio da palavra cantada

Assim nascefarta a sementeira

 

Que à alma entrega o pão

Nesta nossa sina fertilizada

Por obra doutros e canseira

 

Que ainda sabem dizer não

Seguimos coesos na estrada

Como se fôra a vez primeira.

publicado por poetazarolho às 15:54 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

links

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

pesquisar neste blog

 

subscrever feeds

blogs SAPO