Voodoo

 

As coisas do sobrenatural

Devem ficar aonde estão

Até porque não ficam mal

E nem provocam confusão

 

Imagina um espírito do além

Num conselho de ministros

E alma penada não convém

Sairiam relatórios sinistros

 

Imagina um mestre de vudu

A conduzir uma dita reunião

E um ministro feito boneco

 

Com agulhas cravadas no cu

Por favor fiquem aonde estão

Que isto são coisas do caneco.

publicado por poetazarolho às 20:56 | link do post