Vazio

 

Por haver imensa pobreza

Justificada está tanta riqueza

A dúvida justifica a certeza

Tu horror justificas a beleza

 

A sujidade justifica o sabão

Só um deus justifica o diabo

A batata justificará o nabo?

Não me apertes mais a mão

 

Loucura justifica sanidade

Não me olhes mais assim

Um louco tem impunidade

 

Só a morte justifica a vida

Só um não justifica um sim

Só um copo vazio a bebida.

publicado por poetazarolho às 23:29 | link do post