Adamastor

 

O Cabo da Boa Esperança

Conseguimos um dia alcançar

Cabo das Tormentas avança

Será pr’a nos atormentar

 

À espreita está o Adamastor

Pr’a toda a esperança afundar

Com seu aspecto assustador

Nenhum de nós vai poupar

 

Por fim surgem as sereias

Com a doçura do seu cantar

Ao abismo nos vão atrair

 

Última esperança é Eneias

E Afrodite para nos salvar

Se Aquiles não nos trair.

publicado por poetazarolho às 00:54 | link do post