I have a dream

 

Há quem não se preocupe

Há de tudo neste mundo

Há quem de nós se ocupe

E toque de modo profundo

 

Quem se ocupe do igual

Tenha um sonho associado

Não se assuste com o mal

Só o bem que está calado

 

Este sim é assustador

Pela ausência de sons

Forçada ausência de clamor

 

Ecoa silêncio ensurdecedor

Imenso silêncio dos bons

Que ao calar não mata a dor.

 

http://prosa-poetica.blogs.sapo.pt/62752.html

publicado por poetazarolho às 21:30 | link do post