Fado da república

 

Longa noite terminou

Vai muito longo o dia

E ninguém se revoltou

Contra esta democracia

 

Democracia amordaçada

Necessita dum abanão

E esta nação anestesiada

Pactua com a situação

 

Fomos noite de miséria

Dia de luzes brilhantes

Somos um povo revoltado

 

Gente pacífica e séria

Da bola somos amantes

E amamos o nosso fado.

publicado por poetazarolho às 19:25 | link do post