Sorriso de amor

 

 Não há binómios no amor

O amor é um estado d’alma

Pode expressar-se com fulgor

Ou ser esboçado com calma

 

De um sorriso transbordou

Trazendo uma paz imensa

Esse mesmo sorriso eu dou

E o que recebo compensa

 

Não procures a explicação

Do que não se pode explicar

Aprende e pratica a lição

 

Verás o simples acto de dar

Pode aquecer-te o coração

Será fogo no teu caminhar.

publicado por poetazarolho às 23:50 | link do post | comentar