Guerra mundial

 

A Rosa de Hiroshima

É a pequena demonstração

Que a sede de poder prima

Pela capacidade de destruição

 

Não olha a meios nem fins

Tudo o que utiliza é letal

A força das armas ou afins

Justificam a sede do capital

 

O odor a corpos queimados

Não pára a guerra mundial

Está em curso, é a terceira

 

Diferentes meios são usados

Nesta não se utiliza gás letal

Nem o abrigo é a trincheira.

publicado por poetazarolho às 20:47 | link do post | comentar