Navegantes

 

Navega a favor dos ventos

Qu’eles mostram o caminho

Ainda que só, por momentos

Nunca te julgues sozinho

 

Tens o vento por companhia

Que a bom porto te levará

Se navegares em harmonia...

Tempestade um dia surgirá

 

Então não esqueças os valores

Aprendidos durante a bonança

Recusa essa frase repetida

 

Põe de parte os rancores

Coloca nos pratos da balança

As diversas fases da vida.

publicado por poetazarolho às 20:55 | link do post