A escolha

A escolha.jpg

Adeus ao ano cinzento

Outros mais negros virão

Anos azuis se revelarão

Ao olharem o firmamento

 

Com nosso consentimento

Doutras côres surgirão

Por certo surpreenderão

Fazendo jus ao pensamento

 

Pela humanidade escolhido

Esse que guiará o crer

Segredo está no escolher

 

Côr do ano pretendido

Se fôr morta há-de morrer

Se fôr viva há-de viver.

publicado por poetazarolho às 21:31 | link do post