Anjos e demónios

Anjos e demónios.jpg

Os anjos da Oriola

Vão a sorrir e a cantar

Aprendendo na escola

Novas formas de estar

 

E os demónios ao lado

Vão tentando estragar

O patamar conquistado

Por não querer ajudar

 

Tudo quererem queimado

Então se hão-de queimar

No fogo assim ateado

 

Nesse inferno desejado

Têm dez minutos pra sonhar

E o tempo está terminado.

publicado por poetazarolho às 22:15 | link do post