Avistamento

Avistamento.jpg

No clube do poeta morto

Ficou o cheiro a maresia

Um ligeiro desconforto

E uma brisa de utopia

 

Um longo verso absorto

Deu seu corpo à poesia

Nunca chegou a bom porto

Navegou o mais que podia

 

Numa manhã de nevoeiro

Sem ter mais para onde ir

Entregou-se à contemplação

 

Foi quem avistou primeiro

Vindo de Alcácer Quibir

El Rei Dom Sebastião.

publicado por poetazarolho às 10:17 | link do post | comentar