Barca real

Barca real.jpg

“Fosse a sua embarcação...”

Fosse um pedaço de mundo

Ou pedaço de emoção

Desse sentir mais profundo

 

Fosse a transitória ilusão

De um porvir mais fecundo

Ou a forte sensação

Deste presente imundo

 

Fosse barca de papel

Por força de marinheiros

Fosse torre de babel

 

P’lo suor de cantoneiros

Mas nascidos no tropel

Eram os reis os primeiros.

publicado por poetazarolho às 12:05 | link do post