Existências

 

Se penso logo existo

Nesta existência fugaz

Mesmo assim não desisto

De mostrar que sou capaz

 

De pensar mais além

Não apenas no umbigo

Vendo no outro também

Muito mais que um amigo

 

Olhando-o como irmão

Dando-me sem exigir

Recompensa material

 

Assim muitos pensarão

Mesmo além de existir

Na sua existência carnal.

publicado por poetazarolho às 22:55 | link do post