Ideário

Ideário.jpg

O previlégio de pensar

Sobrepõe-se à existência

Não sei como o explicar

Mas faz tu a experiência

 

Sentes uma ideia chegar

Sem que haja evidência

De onde pudesse brotar

Não lhe anules a essência

 

Entrega-a a um ideário

Que dela saiba cuidar

Não sei que frutos dará

 

Mas se fizeres o contrário

Podes essa ideia matar

Também ela te matará.

publicado por poetazarolho às 23:53 | link do post | comentar